Olá galera,

Faz tempo que não faço post de decoração aqui no blog, dessa vez resolvi falar dos tão desejados closets. Escolhi desde os mais elaborados e requintados aos mais simples e práticos, ou seja, tem inspiração pra todos os gostos e bolsos.

Grande maioria ou quase todos os closets, precisam ser feitos sob medidas em lojas de móveis planejados ou até mesmo em marceneiro de confiança, é legal por que você mesmo decide as repartições e tamanhos que que se encaixe na sua necessidade. Os closets são muito versáteis, podem ocupar um como grande ou pequeno, ocupar uma parte do quarto, basta saber qual seu gosto, e como ele pode se ajustar no ambiente da sua casa.

Confira a lista de inspirações e comece já a planejar o seu!









 







Bom galera foi isso, espero que tenham gostado. Deixem aqui nos comentários mais temas de inspirações que vocês querem ver nesse quadro por aqui.

Forte abraço e até a próxima,

Fael



Olá galera,



Na Wishlist de hoje escolhi falar de uma marca super jovem, e que acompanha tendências com a mesma agilidade em que elas são lançadas. Vou falar da Youcom, loja de moda jovem da Renner (isso mesmo, a Youcom faz parte do grupo Renner). Vale a pena conhecer a história da marca e o quanto ela tenta entender os estilo dos jovens, saiba mais nessa matéria da Istoé. A marca tem uma filosofia muito interessante, e é isso que faz dela diferente das outras. Se você ainda não conhece devia conhecer já!

Vamos a nossa Wishlist!


Calça Skinny Destroyed em Jeans Amassado: Quem ainda não conhece devia conhecer a qualidade do Jeans da marca, sério, além de ser um jeans de qualidade, tem modelagem estilosa e um preço mega justo. Esse modelo lindo tá em promoção lá no site. Clique aqui para abrir o link do produto na loja virtual da Youcom


Bota Chelsea: No post que fiz sobre as botas Chelsea aqui no blog, não deixei dicas de onde comprar, mas na Youcom tem esse modelo lindo, e o melhor está em promoção, aproveita! Clique aqui para  abrir o link do produto na loja virtual da Youcom


Camiseta em Veludo Rose: Veludo deixou de ser tecido para peças exclusivamente de festa, ou mais formais e invadiu o street style compondo vários tipos de peças. Os tons de rosa mais claro até o médio prometem ser grandes apostas do Verão desse ano, fique ligado. Clique aqui para abrir o link do produto na loja virtual da Youcom


Bermuda Floral Militar: Sabemos que militarismo veio pra ficar, a estampa dessa bermuda mistura duas tendências: Militar e Tropicalismo ( que já falamos também aqui no blog, confira). Clique aqui para abrir o link do produto na loja virtual da Youcom.


Calça Super Skinny em Jeans Dark: Já falei algumas vezes aqui no blog também do quanto sou apaixonado por calça preta. tenho várias, e nunca é demais. Na Youcom tem tem esse modelo lindo de modelagem super ajustada! Clique aqui para abrir o link do produto na loja virtual da Youcom


Camiseta Camuflada Militar: Mais uma vez militarismo dando as caras aqui na wishlist, gosto muito desse mood, e sabendo combinar direitinho, esse pode sem um trend atemporal. Clique aqui para abrir o link do produto na loja online da Youcom.


Cardigan Aberto Alongado com Capuz: As peças de modelagem alongada estão ganhando cada vez mais espaço no street style masculino. Esse cardigan é super versátil, tenho um modelo muito parecido com ele e foi uma das melhores aquisições dos últimos tempos. Clique aqui para abrir o link do produto na loja da Youcom



Camiseta Oh My Birds!: No post sobre o Tropicalismo aqui no blog, que vai ser tendência no Verão desse ano, comentei que uma das características das estampas era sempre usar elementos naturais, como nessa t-shirt cheia de pássaros que mesmo com cores frias representa muito bem esse trend. Clique aqui para abrir o link do produto na loja virtual da Youcom.


Calça Skinny em Jeans Blue: Estou simplesmente apaixonado pela cor desse jeans! Como já citei em um post aqui no blog, o azul tem um espaço todo garantido nas estações mais quentes que vem por aí, fique ligado. Clique aqui para abrir o link do produto na loja virtual da Youcom

Entrar em uma loja da  Youcom é correr o risco de se apaixonar por muitas peças, o melhor de tudo é que as peças tem um preço que cabe no bolso. é bom ver que marcas nacionais de fast fashion estão evoluindo, acompanhando tendências com rapidez e preço justo.

Espero que tenham gostado do post, fiquem ligados na loja online da Youcom porque tá sempre cheia de novidades!

Grande abraço e até a próxima,

Fael



Olá galera,

Bom, já falei de filmes, livros e música aqui no blog antes, e pretendo continuar falando, quem acompanha sabe que blog já passou e ainda passa por muitas mudanças, tudo pra melhorar e deixar esse espaço aqui com a cara de cada leitor. Pois bem, fiquei um tempo sem falar desse assunto por aqui, e volto com esse post, falando de um filme que assisti ontem, vou fazer um breve resumo, e falar o que eu achei do filme "Free Fall" *CUIDADO, CONTÉM SPOILERS*

Free Fall (ou Freier Fall - título original), é um longa-metragem independente alemão do ano de 2013. O drama de temática LGBT, está disponível no Netflix com título em português "Queda Livre", porém somente em versão legendada com áudio original em alemão, também está disponível em DVD, mas pelo que eu procurei, somente em lojas internacionais.

Sinopse:

Com uma promissora carreira na polícia e um bebê a caminho, a vida de Marc (Hanno Koffler) parece estar no caminho certo, até o momento em que conhece Kay (Max Riemelt), um colega de quarto do campo de treinamento policial. Em meio aos exercícios de corrida, Marc experimenta uma sensação fácil e sem esforço nunca sentida antes, se apaixonar por um homem. Dividido entre sua família e sua paixão, sua vida sai do seu controle até ele perceber que não pode fazer todos felizes. (texto retirado do site AdoroCinema)




Creio que muitas pessoas descobriram o filme, ou se interessaram por ele, porque Max Riemelt (que interpreta Kay no filme) está no elenco. Pra quem não sabe, Max também interpreta o Wolfgang da série original do Netflix, Sense 8. O filme foi lançado antes da série, mas quase não se tinha conhecimento dele, também por ser um filme independente. Talvez, só talvez, a beleza do ator e suas cenas como veio ao mundo ( na série e também no filme), fizeram com que Max ganhasse o coração dos fãs da série. Não podemos negar que Max é realmente muito bonito, mas no filme (Free Fall que é o nosso foco aqui hoje, rs) a história se constrói em torno da vida de outro personagem, o Marc que é interpretado por Hanno Koffler.

Antes de assistir ao filme uma das primeiras coisas que me falaram é que o filme tinha muita semelhança com Brokeback Montain (2005), até aí tudo bem porque o filme é bom, apesar de trágico. Mas também ouvi algumas críticas um tanto quanto negativas sobre o filme, então quando decidi assistir já fui preparado para o pior rs. O filme de certa forma me surpreendeu em muitos aspectos, mas eu acho que dizer que um filme é bom ou ruim, vai muito do gosto da pessoa, do estilo de filme que ela gosta, uma temática que te interesse, faz do filme  algo muito melhor pra você do que para uma pessoa que não se interesse pelo tema. Por isso vou tentar explicar porque gostei de algumas coisas e nem tanto de outras.

Quem gosta de filmes com temática LBGT sabe que muitos filmes deixam a desejar em muitos pontos da história que é contada, porém alguns pontos que eu achei que fossem ser deixados de lado em Free Fall ficaram bem claros e muito bem contados pra mim. Como Marc e Kay se conhecem na academia de policia, alguns questionamentos são levantados "será que alguém vai flagrar os dois juntos em algum momento?", "será que se forem expostos, vão sofrer preconceitos pelos amigo de trabalho?". No começo eu realmente achei que eles iam deixar passar esse ponto no filme, mas quando descobrem sobre a sexualidade de Kay no trabalho, cenas de preconceito e até violência no trabalho e fora dele, trazem mais realidade à história. Outro ponto que eu gostei que foi destacado foi que ponto de vista da esposa de Marc quando ela descobre a relação homossexual do marido não foi deixado de lado, no começo do filme eu mesmo não dei tanta importância para a personagem, e no decorrer do filme ela ganha espaço e não é deixada de segundo plano.

Free Fall te faz pensar em muitas coisas ligadas a realidade de como essas coisas acontecem no dia-a-dia. Óbvio que a gravidez da mulher de Marc, acompanhada da falta de sexo do casal, são suavemente usadas como motivo para que ele vá a procura de sexo com Kay, porém ele acaba se apaixonando e os dois começam a viver uma relação, em que Marc tenta conciliar com a vida de casado. Mesmo depois dessa série de acontecimentos Marc não aceita que é gay, demora pra que isso aconteça. Uma cena que eu fiquei na cabeça foi a cena em que Marc conversa sobre o relacionamento dele com Kay para a esposa, e diz: "sim, eu tive uma aventura com ele". E aí eu fico imaginando, quantos caras por aí estão na mesma situação que Marc, eu imagino eles usando a mesma frase do personagem. Conheço e já ouvi amigos contarem histórias de homens exatamente na mesma situação que Marc no filme. Pequenos detalhes no filme, falas, e também a interpretação do ator com esse ar tão "hétero machão" dão um toque muito real ao filme, talvez quem esteja mais habituado com o mundo gay vai entender melhor o que eu estou falando.



O filme tem um apelo sexual muito grande, não é à toa que a censura do filme é 18 anos. Cheio de cenas de sexo e nudez. As cenas de violência e consumo de drogas não poderiam faltar num filme com temática LGBT, fato do qual eu acho que é sempre generalizado, essa imagem já está pregada no mundo gay, e essa ligação (drogas x gays) nem sempre acontece, por mais que a mídia tente colocar isso na cabeça das pessoas. As cenas de sexo são bem romantizadas, e transmitem o amor forte, mas não bruto, entre os personagens principais. Apesar de ser muito censurada a nudez tem algo belo, não necessariamente levada para o lado sexual, eu particularmente acho muito bonito, e no filme foi muito bem explorado.

Um dos pontos que desagrada no filme é que a relação de Marc e Kay fica sem um desfecho merecido. Na verdade é nas cenas finais que eu acho que muitas das pessoas que não gostaram tanto do filme, esperavam algo de diferente. O principal desfecho que deixa questionamentos é, Marc "termina" com Kay, as coisas meio que se resolvem na casa dele, então ele decide voltar a casa do Kay mas ele não está mais lá, aí começa a sofrer. Tá, mas voltou por quê? Se tinha terminado com ele e sua mulher tava de volta em casa? Se ele tinha o número do Kay porque não ligou pra ele? E porque diabos o Kay some assim, sem dar satisfação. A verdade é a que a gente sabe que existem respostas para todas essas perguntas, mas é que o público torce por um final feliz. Outro ponto que eu discordei um pouco, foi o fato do Marc e o Kay irem para a boate gay juntos, se o Marc era tão reservado acho que não é do tipo dele topar essa aventura, mas vamos entender que é porque ele estava apaixonado e queria se aventurar rs.

Bom, a verdade é que o Marc não poderia mesmo ter tudo, uma hora ele teria que escolher de qual lado queria ficar, até porque o Kay já dava sinais que não concordava com essa vida dupla que ele levava. O filme deixa muito claro a dúvida do personagem de Marc, que não quer abrir mão de nenhum dos dois mundos, e tentou se encaixar em ambos, por fim o próprio destino fez a escolha por ele, que opta por voltar para academia de policia, onde poderia se reencontrar consigo mesmo.

A maioria dos comentários que ouvi sobre o filme é que o filme até que é bom, mas Marc e Kay deviam ficar juntos no final. Bom, pelo enredo da história eu já sabia que isso não ia acontecer, e como na vida real, nem toda história pra ser boa precisa ter um final feliz. Acho que o filme em si passa uma mensagem muito importante, que aceitar-se gay não é uma tarefa fácil, e isso fica claro no filme. Também que é muito difícil ser honesto com você mesmo nesse caso, sem magoar as pessoas que estão ao seu redor. Situação essa tão comum para quem decide assumir sua sexualidade.

Não podia deixar de elogiar a fotografia filme que é lindíssima, e também a interpretação dos dois atores principais que convenceram muito bem, pelo menos à mim, rs. Assim como Brokeback Montain com o qual o filme é tão comparado, Free Fall é filme feito para todos, não só para o público gay, mas é diferente porque é mais íntimo, onde grandes diálogos silenciosos são feitos por olhares e gestos, a relação de Mark e Kay economiza nas palavras e exagera nos sentidos.



Bom galera, acho que me empolguei um pouco e post acabou ficando bem mais longo do que eu imaginava. E você que já assistiu ao filme, compartilhe aqui os seu comentários sobre o que achou.
Espero que tenham gostado do post. Ah, também deixem aqui nos comentários dicas de filmes, documentários, livros, álbuns e etc, vou adorar assistir e compartilhar minha opinião aqui no blog.

Grande abraço e até a próxima,

Fael


Olá galera,



O trend de hoje tem um toque de Brasil, o tropicalismo que talvez estamos tão acostumados, invadiu as passarelas, e não foi só nas coleções de verão, como se é esperado. Ganhou cores em tons escuros em sua nova releitura para as estações mais frias, e grandes grifes como Prada, Saint Laurent e Valentino apostaram nesse trend em suas coleções. O verão vem aí e ele continuará firme e forte.



O Havaí, o Brasil, a Califórnia e outros paraísos tropicais, são grandes inspiradores da tendência tropical. A clássica estampa de hibiscus, característica forte dos camisões havaianos mega coloridos, ganhou uma leitura com fundo escuro e combinados com casacos pesados nas mãos dos criadores da Prada. Já a jaqueta bomber da Saint Laurent, com estampa de palmeiras e cores quentes, é uma das peças mais desejadas no ano. Usada por Justin Bieber na foto, a peça também foi usada por celebridades como Alessandra Ambrosio e Kourtney Kardashian.



Aqui no Brasil as marcas Osklen, Farm, The Paradise, PatBo entre outras, também escolheram deixar suas coleções com toques tropicais, cada uma do seu jeito. As estilistas Lenny Niemeyer e Adriana Degreas, misturaram o tropical com um toque oriental, trazendo a ideia de gueixa tropical para suas coleções. Já a Ellus escolheu o Havaí e misturou as estampas coloridas com seu clássico jeans streetwear. Patricia Bonaldi abrasileirou  seu mood tropical na PatBo, e trouxe as cores vivas da bandeira nacional em peças deslumbrantes.



Quer entrar na onda tropical? Vai aí uma série de dicas: 
  • A cor é um ponto fortíssimo do mood tropical, pode vir em forma de color block, ou nas estampas. A estamparia tem características naturais como flores, folhagens, frutas e animais. 
  • Peças mais praianas, com amarrações (como as saias pareô, e os sarongues), também submetem ao estilo tropical. 
  • Turbantes eram a marca registrada de Carmem Miranda, um dos grandes nomes do estilo tropical, os lenços em geral são um grande truque de styling para essa moda. 
  • Flores na orelha, maxi brincos e acessórios com temática de flores e frutas também entram nessa lista.

Acho que o maior medo dos meninos em usar um look tropicalista, é parecer que está fantasiado para uma festa de tema havaiano. Minha dica é deixar o medo de lado, afinal a moda é de quem ousa, de quem não tem medo do que os outros vão pensar. Particularmente acho esse trend muito legal, e é a cara do nosso país. Se você ainda tem algumas dúvidas, dá uma olhada nesses looks que eu separei pra servir de inspiração:





Esse foi o post de hoje, es espero que tenha ajudado vocês, e que sirva muito de inspiração nos seus looks. Não deixem de comentar, a opinião de vocês é muito importante. Não esquece também de curtir nossa Fanpage, e compartilhar essa postagem com seus amigos.

Grande abraço e até a próxima,

Fael


Olá galera,



Bom, o estilo Geek já foi assunto aqui no blog em 2012 (olha quanto tempo! rs), e é até hoje um dos post mais visitados aqui. E não é à toa, o estilo Geek se fez presente durante todos esses anos, mais discreto em algumas épocas e mais vibrante em outras, mas ele nunca mais nos abandonou e se faz moderno até hoje.

Pra comemorar esse sucesso de views, o look dessa semana tem referências do estilo Geek Chic. Pra não ficar repetitivo, se quiser saber mais do estilo Geek, veja no nosso post aqui. Lá no post, explico direitinho tudo sobre esse estilo, e as diferenças do estilo Geek Chic para o Geek Street, confere lá.

E vamos ao look dessa semana:






Look: Calça Chino Bege em Sarja - Renner, Camisa Branca - Zara, Oxford em Camurça - Netto Calçados, Colete em Malha de Algodão - GAP - Bolsa - Riachuelo

Bom galera, esse foi o post de hoje, espero que tenham gostado, não deixem de comentar, compartilhar e curtir a página do blog.

Grande abraço e até a próxima,

Fael

Olá galera,



O post com playlist sempre vem com cara de animação, além de ser o post pré fim de semana, a música tem o poder incrível de mudar a nossa auto estima. Por isso é muito gostoso produzir esse tipo de post aqui no blog.

Azulou! esse é o tema da nossa playlist e do post de hoje, cor tão admirada por muitos, que não é a toa que está presente em tantas letras de músicas. Na playlist de hoje, músicas que reverenciam a cor do céu, do mar, do jeans, e transformam em poesia a cor que é uma das apostas do verão 2016/2017. Leia essa post ouvindo nossa playlist:


Playlist: Troye Sivan - Blue Neighbourhood
Bon Jovi - Thank You For Loving Me
Beyoncé ft. Blue Ivy - Blue
Lana Del Rey - Blue Jeans
Charlie Brown Jr. - Céu Azul
Lady Gaga - Blueberry Kisses
Coldplay - Strawberry Swing
Ana Carolina - Azul
Kehlani - Gangsta
Bon Jovi - Seat Next To You

A verdade é que azul nunca sai de moda, ele ganha novos tons e cada estação uma nova releitura. Neste inverno o Azul Klein, tom de azul quase roxo, que ganhou esse nome em homenagem ao pintor Yves Klein, que criou e registrou a cor em 1960, usando em quase toda sua coleção, foi a mais usada por diversas marcas, perfeitamente combinada com o preto, essa cor vibrante lembra o azul bic e o azul royal, mas tem diferença hein!

Outro tom de azul que já é febre entre as famosas, e favorita de muitas marcas, é o azul serenity, esse promete ainda desfilar um pouco nas coleções do verão 2016. Esse tom de azul, é quase um azul bebê, mas também tem suas diferenças. Esse tom combina perfeitamente com pessoas de pele mais clara, grande dica!

Para o verão 2016/2016 que vem por aí, os tons mais claros de azul ganham mais destaque, principalmente em combinação com com branco, e tecidos de fibra natural, com trama mais rústica, que também são grandes apostas da estação.

O azul também está presente no jeans, que além de não sair nunca de moda, agora vem com mais força, peças como blusas, vestidos, camisas, e saias produzidas com um tipo de jeans mais leve por conta da alta temperatura da estação fazem parte das peças desejo desse verão. Look all jeans, jeans com lavagem bem clara, acessórios em jeans como bolsas e sapatos também fazem parte das tendências que vêm por aí. Um detalhe legal é que as barras bem feitas do jeans ficam de fora, substituídas por barras em franjas deixando o visual ainda mais cool,

Nas estampas da estação, o azul (marinho principalmente) está presente nos listrados da estampa navy, eternizada por Coco Chanel, que são um clássico tanto do verão como em outras estações. O azul mais intenso vem combinado com tons vibrantes de laranja e verde em algumas estampas.

Que tal já ir adiantando essa tendência e dar uma azulada nos seus look? Montei dois looks masculinos e femininos para se inspirarem, confira:




Eu particularmente gosto muito de azul em tons de marinho (ou navy como preferir), como já disse antes tenho um certo bloqueio com cores mais vibrantes. Mas estou louco pra testar essas cores desde já, e vocês?

Espero que tenham gostado do post de hoje, e que os look sirvam de inspiração!

Grande abraço e até a próxima.

Fael



Olá galera,



Adoro falar dos trends aqui no blog, são assuntos muito perguntados por amigo e leitores, sempre que surge um mood novo, as pessoas querem saber de onde veio, como usar, onde encontrar. E essa é a intenção do post, deixar tudo bem explicadinho e te ajudar da melhor forma possível. O trend hoje é super divertido, e voltou pra trazer mais cor e jovialidade para os looks street, os patches!

O primeiro boato do surgimento dos patches (para os leigos, termocolante bordado) é nos anos 70, a década que tanto pregava a liberdade usou os patches mais como uma forma de expressão no jeito de se vestir. Voltaram nos anos 90 mais coloridos e com uma pegada mais pop. E estão de volta em 2016, já ganhou o coração e o guarda-roupas de muitos fashionistas e de grandes marcas como Gucci e Dolce e Gabbana.



Os patches chegaram muito fortes aplicadas sobre o jeans indigo, principalmente em jaquetas, mas ganharam espaço para todos os tipo de peças e acessórios, hoje podem ser aplicados onde você quiser. Estou amando as invasão dos patches em peças de estilo militar, e também em jaquetas bomber. Muitas marcas já investiram nas peças com aplicações de patches, mas grande maioria dos fashionistas que já aderiram ao trend preferem fazer as peças por conta própria, além de ser divertido, as peças que você customizar serão exclusivas e terão um toque todo pessoal só seu.



O lance é colocar a mão na massa e produzir sua própria peça com patches, se você é de São Paulo se prepare pra sair à procura em lugares como a Rua 25 de Março, Galeria do Rock, ou se você não está em São Paulo, lojas grandes de costura, bordados ou armarinhos provavelmente tenham patches, aí é só escolher à gosto e produzir sua peça.
Como pesquisei bastante, achei três lojas legais, na verdade achei muita loja, mas nem todas tem tantas coisas relevantes assim, então indico essas três caso você queira comprar seus patches e fazer sua própria peça:


Confira alguns looks com o trend de hoje:





Gosto da ideia de deixar a jaqueta como ponto de destaque do look, afinal ela é uma peça que chama atenção mesmo, e usar  resto do look mais neutro. Assim não tem como errar, além de deixar a jaqueta em evidência, usando cores mais básicas no resto do look você não corre o risco de sair por aí parecendo uma árvore de natal, rs.

Eu já comprei os meu patches e estou pronto pra produzir minha própria peça, depois mostro ela aqui no blog pra vocês. Não deixe de acompanhar nossa página no Facebook, no Snapchat (faelsouzabtf) também falo de várias dicas.

Esse foi mais um trend aqui no blog, espero que tenham gostado do post de hoje!

Grande abraço e até a próxima,

Fael